Vídeo: Protegendo o Spanning-Tree (STP)

Os ataques ao protocolo STP geralmente têm como objetivo assumir a identidade do switch root da rede, ocasionando assim cenários de indisponibilidade na rede. Programas como o Yersinia permitem gerar esse tipo de ataque. Há também cenários em que usuários adicionam switches não gerenciados e hubs (propositadamente ou não) com o intuito de fornecer mais pontos de rede em ambientes que deveriam ser controlados.

Funcionalidades comentadas no video para mitigar os ataques ao STP, são: Root Protection (Root Guard), BPDU Protection (BPDU guard) com STP edged-port (portfast) e loop protection (loop guard).

Até logo!

3 thoughts on “Vídeo: Protegendo o Spanning-Tree (STP)

  1. William 13 de agosto de 2018 / 21:58

    Boa noite.

    Parabéns pelo site.
    Estou com uma dúvida sobre Multicast no 5500. Pode me ajudar ?

  2. Richard 14 de agosto de 2018 / 4:20

    O que aconteceu com o portifólio da HPE nos Switches Comware(de entrada)? Não dá mais para achar o 1920 no mercado.

    Substituiram por um sistema bem pior com este HPE 1920S.

    O mais “barato” da linha Comware é o 1950, mas entendo que seu uso é mais para Datacetnters.

    • Diego Dias 14 de agosto de 2018 / 19:12

      Richard, a HPe/Aruba tem priorizado os switches da linha Aruba OS como equipamentos de entrada para a rede local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *