Trabalhando com syslog em Switches HP

Galera, o post abaixo foi gentilmente cedido pelo Leonardo Ortiz do blog http://killingyournetwork.blogspot.com.br/search/label/3Com .

Essa dica é para trabalhar com logs em switches HP e 3com, redirecionado os logs para um servidor syslog.

O syslog é uma ótima forma para monitorar e descobrir problemas na rede, com ele podemos receber alertas do switch em um servidor syslog e tomar as ações necessárias em caso de problemas.

A RFC do syslog é a RFC 3164. Há vários níveis do syslog que documentam desde problemas a um simples login no equipamento.

Vamos as configurações!

No modo system inserir os seguintes comandos:

info-center enable
info-center loghost [ip do servidor syslog]
info-center source default channel 2 log level error trap state off

Explicação dos comandos.

1 – info-center enable

Habilita o info-center, feature dos Switches 3com para logs do sistema, por padrão já vem habilitado nos switchs.

2- info-center loghost [ip do servidor syslog]

Configura o servidor para envio dos logs.

3- info-center source default channel 2 log level error trap state off

Com esse cara você define o nível do log.

Existem 8 niveis de erros conforme imagem abaixo:

Fonte: http://www.ietf.org/rfc/rfc3164.txt
Fonte: http://www.ietf.org/rfc/rfc3164.txt

Nesse caso ativei o nivel “erros”.
O parâmetro “trap state” define se será enviado ou não traps para o syslog server, essas são as traps SNMP, que enviam alertas como UP/DOWN de interfaces e problemas em geral. Outro parâmetro que poderia ser configurado é o “debug state” que envia informações de debug, por padrão já vem desabilitado.

A forma que os logs serão recebidos será dessa forma:

<priority>timestamp sysname module/level/digest:content

Exemplo:

<185>Aug 10 07:36:40 2013 Switch STP/2/SPEED:- 1 -Ethernet1/0/17’s speed changed!

1 – Prioridade(priority): Prioridade do log, existe uma formula para o seu calculo:

facility*8+severity-1

facility, o valor padrão é 23 – O facility define o que gerou o log no sistema, em sistemas unix o valor vai de 0 a 15, do 16 ao 23 é reservado.

Severity é o nivel do log conforme a imagem acima, no nosso caso, o nível configurado foi o 3 porém essa é uma mensagem de nível critico, que seria o valor 2.

No exemplo acima, a formula ficaria assim:

23*8+2-1=185.

2 – Timestamp: O horário no qual o sistema gerou o log, esse horário é o horário que está no Switch.

3 – Sysname:  Nome do switch

4 – Modulo do syslog/Nivel/alerta(resumido).

5 – O alerta em si, mostrando a mensagem do alerta.

Esse procedimento se aplica para os Comware, já para os switches Procurve mudam alguns comandos conforme abaixo:

1- logging severity warning

Define nivel dos logs

2-  logging [ip do servidor syslog]

Configura o servidor para envio dos logs.

E é isso.

Obrigado pela leitura e boa configuração a todos!

Fonte: Foram verificados os manuais dos equipamentos 3com 4210 e 5500.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *