IPv6 – Descoberta de Roteadores e Descoberta de Vizinhos

Publicado originalmente em 26 DE OUTUBRO DE 2011 em http://www.rotadefault.com.br/2011/10/26/ipv6-%E2%80%93-descoberta-de-roteadores-e-descoberta-de-vizinhos/

A comunicação entre hosts em uma rede local com  IPv6 ocorre inicialmente com a utilização de mensagens ICMPv6 para descoberta de dispositivos vizinhos . O assunto gerou uma discussão bem bacana no ultimo curso de IPv6 que participamos promovido pelo NIC.br na cidade de SP. A equipe está de parabéns pelo serviço oferecido, material e treinamento!

Para o  IP versão 6 foram atribuídas funções importantes ao ICMPv6 que combinam as atividades de protocolos como o ARP, ICMP Router Discover, ICMP Redirect e etc, além de adicionar novos métodos não existentes na versão anterior do protocolo IP. A facilidade de comunicação entre equipamentos é muito pratica e em determinados cenários dispensa configuração.

A eliminação de  endereços broadcast para descoberta de dispositivos  foram substituídas no IPv6 por mensagens com endereços Multicast como All-Routers, All-nodes, Solicited-Node, etc.

Para a comunicação entre dispositivos na LAN são utilizada as mensagens NS (Neighbor SolicitationICMPv6 tipo 135) e NA (Neighbor  Advertisement,ICMPv6 tipo 136) para mapeamento de endereço de rede e da camada de enlace, substituindo o ARP do IPv4.

Para a auto-configuração chamada de stateless de endereços globais (únicos, com acesso a Internet) para dispositivos da LAN, são utilizadas mensagens RS (Router Solicitation , ICMPv6 tipo 133) e RA (Router Advertisement, ICMPv6 tipo 134). Nesse caso o roteador encaminhará o prefixo de rede no segmento e os dispositivos interessados “anexarão” dinamicamente a porção de host do endereço (gerada do endereço MAC ou aleatóriamente para criar seu endereço global IPv6) além da rota default para o dispositivo.

Os protocolos de descoberta de vizinhos e descoberta de roteadores traz a possibilidade de desenvolvimento de cenários como a automação residencial onde todos os equipamentos de uma casa conversam entre si e possuem acesso a Internet, entre outros…

Como uma imagem vale mais do que mil palavras, segue um desenho explicativo para a troca de mensagens de solicitação de vizinhos e roteadores elaborado pelo Adilson Florentino no curso de IPv6; e rabiscado abaixo por nós…. ;)

Switches HP A7500 – IPv6, Autoconfiguração Stateless.

Publicado originalmente em 21 DE FEVEREIRO DE 2011

A Autoconfiguração Stateless de endereços para IPv6 permite aos hosts a atribuição automática de endereços de rede sem a necessidade de um servidor DHCP e/ou configuração manual nas máquinas.

O hosts IPv6 são capazes de autoconfigurar o endereço Global baseado no prefixo de rede anunciado pelo Gateway com o protocolo de Discovery, vinculando os 64 bits finais do endereço IPv6 com uma variação do endereço MAC do dispositivo( chamado de Interface Identifier IEEE EUI-64 format).

Por exemplo, digamos que um dispositivo com o endereço MAC 00:26:b9:ce:b8:90 receba do Roteador o prefixo 2001::/64 para autoconfiguração de endereço Stateless; o resultado é o seguinte endereço IPv6: 2001::226:b9ff:fece:b890/64.

Perceba no endereço que a porção responsável pelo identificador da Interface possui uma semelhança no endereço MAC citado anteriormente: 2001::226:b9ff:fece:b890/64

O endereço MAC possui  apenas 48 bits; e para completar os 64bits são inseridos no meio do endereço MAC os valores em hexadecimal FFEE.

Obs: Outro valor alterado para unicidade do endereço é o 7º Bit do endereço, que é alterado para o valor 1 ( chamado de bit  Universal/Local [U/L])

Configurando 

ipv6
#
interface Vlan-interface2
ipv6 address 2001::1/64
undo ipv6 nd ra halt
! Desativando a supressão de mensagens RA
(router advertisement) que são os anúncios do prefixo.

Nesse caso o host autoconfigurará o endereço baseado no prefixo da interface e terá o dispositivo como Gateway da estação.

Porém…
O leitor pode perguntar: – E a configuração de DNS?
Nesse exemplo, ainda precisaremos configurar o resolver para os hosts manualmente em IPv6 ou em IPv4.

Até logo! 🙂