Switches ArubaOS – Configurando Link Aggregation (trunk)

Os switches ArubaOS, em sua função, oferece um grande número de portas para a rede local. Com a utilização de interfaces Ethernet, isolam domínios de Broadcast e permitem uma topologia livre de loops.

Em diversos cenários, as funções básicas não são suficientes para que determinados serviços da rede local funcionem da maneira desejada.

Features, como o Link Aggregation, podem ser utilizadas para aumento de banda entre dois dispositivos ou fornecer alta-disponibilidade.

O “conceito” de agregação de portas permite o agrupamento lógico de diversas portas para incrementar a velocidade do link na comunicação full duplex entre dois dispositivos. Os links são utilizados em paralelo, provendo crescimento, expansão de banda e redundância, sem a necessidade de compra de um hardware adicional.

Por exemplo, podemos utilizar 4 portas de 1Gb em cada dispositivo para formar um link de comunicação entre 2 Switches de 4Gb.

A feature Link-Aggregation também evita os cenários com loop de quadros Ethernet entre dois dispositivos, evitando também os estados de bloqueios do Spanning-Tree para as portas agregadas, tratando-as como uma única interface. Assim para os protocolos STP, coleta SNMP e VLANs, as interfaces são tratadas como um único link lógico.

Configuração

Um ponto importante a ser levantado é que os Switches ArubaOS chamam a configuração de agregação de portas de “TRUNK”  e isso não tem relação com o conceito que outros sistemas operacionais como Comware e IOS, atribuem as portas que aceitam TAG de VLANs.

O conceito de trunk é atribuido na configuração como descrito abaixo:

ArubaOS-Switch(config)# trunk 20-23 trk1 lacp 
! Configurando as interfaces 20 a 23 para a interface TRUNK trk1 com a utilização do LACP
 

Os Switches ArubaOs nomeiam as interfaces Link-Aggregation como trunk e identificam cada interface TRUNK como trk[numero].

Para atribuir uma VLAN ao TRUNK, acesse a interface e diga quais VLANs são tagged e untagged:

ArubaOS-Switch(config)# vlan 220 tagged trk1
! Configurando o trafego da VLAN 220 como tagged no trk1
 

Cenário

Na topologia abaixo demonstramos a configuração de agregação de portas entre 2 Switches, as interfaces agregadas irão transportar as VLANs de 1 a 5.

Para evitar loops em sua rede durante a configuração de um trunk, primeiro desative ou desconecte todas as portas que você deseja adicionar ou remover do link aggregation. Depois de concluir a configuração do trunk, ative ou reconecte as portas.

Como alternativa, verifique se o STP está ativo no switch.

Comandos show

ArubaOS-Switch# show trunks

ArubaOS-Switch# show lacp

Até logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *