Switches 3Com 4800G – Manipulando a tabela de Endereços MAC

Esses dias durante a releitura do material da H3C “Stackable LAN Switches” decidi traduzir de forma resumida uma das páginas referente a manipulação da tabela de endereços MAC.

O aprendizado de endereços MAC pode ocorrer de forma estática, nunca expira, ou de forma dinâmica pela leitura de mensagens Broadcast, como por exemplo o Protocolo ARP; essa tabela possui validade de tempo.

Adicionando uma entrada estática:
mac-address { dynamic | static } mac-address interface interface-type  interface-number vlan vlan-id

Criando um “buraco negro” para um endereço MAC:
mac-address blackhole mac-address vlan vlan-id

Desabilitando o aprendizado dinâmico:
mac-address mac-learning disable

Configurando um limite de aprendizado de endereços dinâmicos MAC para uma interface:
mac-address max-mac-count quantidade

Até logo!

9 thoughts on “Switches 3Com 4800G – Manipulando a tabela de Endereços MAC

  1. fabiano 4 de julho de 2012 / 17:50

    Diego, tudo bem ?
    Olha, testei o tal mac-address mac-learning disable em uma porta mas mesmo assim ela aprendeu o mac do computador que eu conectei à porta.
    Como fazer para que não aprenda nada ?

    • Diego Dias 3 de agosto de 2012 / 15:12

      Olá Fabiano,

      mesmo desabilitando Globalmente no Switch houve aprendizado de endereço? Qual o modelo do Switch e a versão do Comware que você efetuou os testes?

      abraços

  2. Kleber 10 de abril de 2013 / 12:39

    Bom dia Diego, como vai?

    Meu caro, tenho uma dúvida que foge um pouco do assunto, será que pode me ajudar?
    É o seguinte, instalei o cacti para monitorar os switchs 3com 4800g e está funcionando perfeitamente, posteriormente instalei um plugin que se chama mactrack, a princípio ele coleta de alguma forma o mac address, IP e a porta que ele está associado no switch, por exemplo:

    MAC: 00:11:22:33:44:55 IP: 10.0.0.1 Port G 1/0/4
    MAC: 00:11:22:33:44:66 IP: 10.0.0.2 Port G 1/0/6
    MAC: 00:11:22:33:44:77 IP: 10.0.0.3 Port G 1/0/9

    O problema está no fato que o plugin não consegue coletar os IPs dos equipamentos. Ele busca as outras informações normalmente (MAC e porta), mas o IP vem em branco.
    Pois bem, temos também um switch da Foudry, FastIron 400, e quando configurei ele no cacti/mactrack, funcionou perfeitamente, coletando todas as informações, MAC, IP, porta, VLAN, etc.

    Minha dúvida é: existe alguma feature que preciso habilitar no 4800g para ele fornecer esse mapeamento de ip/mac? Será que estou fazendo alguma coisa errada?

    Obrigado, abraços!

    • Kleber 10 de abril de 2013 / 12:42

      Aproveitando, você leciona em alguma instituição?
      []´s

      • Diego Dias 14 de abril de 2013 / 12:35

        Olá Kleber, no momento estou atuando apenas como “técnico de Redes”!
        Quem sabe em um breve futuro eu volte a ministrar treinamentos….

        • Kleber Coelho 15 de abril de 2013 / 1:23

          Olá Diego, como vai? Espero que bem!!

          Muito obrigado pelo retorno, entendi perfeitamente, você explica muito bem, se voltar a lecionar nos avise!

          Abraço!!

          Kleber

    • Diego Dias 14 de abril de 2013 / 12:32

      Olá Kleber, tudo bom!?
      Infelizmente não conheço o plug in citado, mas geralmente os switches ethernet geram uma tabela chamada de ARP que contem o mapeamento Interface + IP + Endereço MAC. Já tabela MAC contém apenas o mapeamento de VLAN + Endereço MAC + Porta. Segue abaixo a saída para os 2 Comandos:

      [Switch] display mac address table
      Unit 1
      MAC ADDR VLAN ID STATE PORT INDEX AGING TIME(s)
      000e-d74a-01c1 1 Learned GigabitEthernet1/0/51 AGING
      000f-e207-f2e0 1 Learned GigabitEthernet1/0/51 AGING
      0012-a99e-7001 1 Learned GigabitEthernet1/0/51 AGING
      0013-80c7-bb8f 1 Learned GigabitEthernet1/0/51 AGING

      [Switch]display arp
      Type: S-Static D-Dynamic
      IP Address MAC Address VLAN ID Port Name / AL ID Aging Type
      192.168.254.39 001a-c14e-0781 254 GigabitEthernet1/0/50 14 D
      192.168.254.35 001c-c527-1b01 254 GigabitEthernet2/0/52 14 D
      192.168.254.4 20fd-f127-012d 254 GigabitEthernet2/0/18 16 D
      192.168.254.5 0022-5778-d8ce 254 GigabitEthernet3/0/20 16 D

      Como a função de um Switch Ethernet é somente encaminhar “Quadros Ethernet” (baseado na camada 2 do modelo OSI), não é feita a leitura de endereço IP para encaminhar o “pacote”.

      Então a única maneira de um Switch registrar o MAC + IP é pela leitura das mensagens ARP trocadas, geralmente em cenários que um Switch de acesso possui um endereço IP para gerenciamento e que as máquinas da rede estão dentro dessa sub-rede ( ex: as maquinas estão na rede 192.168.1.0/24 e o IP so Switch é 192.168.1.15) ou pela leitura da tabela MAC de um Switch “Core” responsável pelo roteamento entre VLANs.

      Espero ter ajudado 😛

      abração

  3. Neto 14 de agosto de 2015 / 20:54

    Boa noite.

    É possível adicionar o endereço MAC do fabricante na blackhole?

    Ex.:
    mac-address blackhole 0102-03XX-XXXX …

  4. LEONARDO 6 de julho de 2016 / 17:00

    Boa tarde,
    Não estou conseguindo informações do tamanho maximo da tabela MAC do Switch 4500 26-Port Software Version 3Com OS V3.03.02s168p21.

    Ao observar a tabela, cheguei a conclusão de 2000, mais preciso encontrar alguma documentação que me afirme o numero exato.

    di mac-address statistics
    Unit 1
    MAC TYPE LEARNED USER-DEFINED SYSTEM-DEFINED IN-USE AVAILABLE
    Dynamic Unicast 1703 0 0 1703
    Static Unicast 0 14 1 15 1024
    Total Unicast 1718 16384

    Dynamic Multicast 0 0 0 0
    Static Multicast 0 0 0 0 1024
    Total Multicast 0 1024

    Se alguem poder me ajudar. Obrigado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *