Switches 3Com 4800G – Link Aggregation

Publicado originalmente em 9 DE ABRIL DE 2010

Os Switches 3Com/ HPN/ H3C oferecem a utilização de interfaces Ethernet, Fast Ethernet, GigabitEthernet ou 10 GigabitEthernet. O Link Aggregation permite a agregação de diversas portas para incrementar a velocidade do link na comunicação full duplex entre dois dispositivos.

Os link são utilizados em paralelo, provendo crescimento e expansão de banda, redundância, sem a necessidade de compra de Hardware adicional.

Por exemplo, podemos utilizar 4 portas de 100Mb em cada dispositivo para formar um link de comunicação entre 2 Switches de 400Mb. Entretanto a utlilzação de enlaces redundantes cria a possibilidade de Loops na rede. O Link Aggregation evita que os estados de bloqueios ou Loop para as portas agregadas, tratando-as como uma única interface. Para o STP, SNMP e VLANs as interfaces são tratadas como um único link lógico.

Outros nomes utilizados para o Link Aggregation são: Ethernet bonding, NIC teaming, port channel, link bundling, EtherChannel, MLT, NIC bonding, network bonding e Network Fault Tolerance (NFT).

O protocol LACP é parte da especificação 802.3ad para Link Aggregation, permitindo que Switches, Servidores negociem automaticamente o grupo de portas em diferentes fabricantes. Ambas as portas deverão oferecer suporte ao protocolo para o correto funcionamento do Link Aggregation.

Alguns modelos de Switch poderão utilizar o protocolo PAgP(Cisco) ou o modo estático das interfaces, sugerimos a utilização do protocolo LACP que é suportado pela grande maioria dos fabricantes de dispositivos para rede.

!Criando uma agregação de links com o ID 1
interface bridge-aggregation 1
! Criação da interface lógica com o ID 2 para o Link Aggregation
link-aggregation mode dynamic
! Configuração da interface lógica para troca dinâmica do protocol LACP

No Exemplo abaixo configuraremos 2 portas GigaEthernet como Link Aggregation, formando um link de 2 Gigabits

4800-1

interface Bridge-Aggregation1
link-aggregation mode dynamic
port link-type trunk
port trunk permit vlan all
#
interface GigabitEthernet1/0/31
port link-type trunk
port trunk permit vlan all
port link-aggregation group 1
#
interface GigabitEthernet1/0/32
port link-type trunk
port trunk permit vlan all
port link-aggregation group 1

4800-2

interface Bridge-Aggregation1
link-aggregation mode dynamic
port link-type trunk
port trunk permit vlan all#
interface GigabitEthernet1/0/23
port link-type trunk
port trunk permit vlan all
port link-aggregation group 1
#
interface GigabitEthernet1/0/24
port link-type trunk
port trunk permit vlan all
port link-aggregation group 1

Comandos display

[4800-1]display link-aggretion summary

Aggregation Interface Type:
BAGG -- Bridge-Aggregation, RAGG -- Route-Aggregation Aggregation Mode: S -- Static, D -- Dynamic
Loadsharing Type: Shar -- Loadsharing, NonS -- Non-Loadsharing
Actor System ID: 0x8000, 4001-c621-8400

AGG AGG Partner ID Select Unselect
Share Interface Mode Ports Ports Type
-------------------------------------
BAGG1 D 0x8000, 0024-73cd-b900 2 0 Shar

[4800-1]displ link-aggregation verbose
Loadsharing Type:
Shar -- Loadsharing, NonS -- Non-Loadsharing
Port Status: S -- Selected, U -- Unselected Flags: A -- LACP_Activity,
B -- LACP_Timeout, C -- Aggregation,D -- Synchronization, E -- Collecting,
F -- Distributing, G -- Defaulted, H -- Expired

Aggregation Interface: Bridge-Aggregation1Aggregation Mode: Dynamic
Loadsharing Type: Shar
System ID: 0x8000, 4001-c621-8400
Local: Port Status Priority Oper-Key Flag
--------------------------------------
GE1/0/31 S 32768 1 {ACDEF}
GE1/0/32 S 32768 1 {ACDEF}

Remote:
Actor Partner Priority Oper-Key SystemID Flag
GE1/0/23 1 32768 1 0x8000, 0024-73cd-b900 {ACDEF}
GE1/0/24 2 32768 1 0x8000, 0024-73cd-b900 {ACDEF}

Verificando o Spanning-Tree

[4800-2]displ stp brief
MSTID Port Role STP State Protection
0 Bridge-Aggregation1 ROOT FORWARDING NONE

É possível verificarmos que as interfaces são reconhecidas como uma única porta para a Topologia Spanning-Tree, de forma que as duas portas estão ativas na Topologia com redundância.

8 thoughts on “Switches 3Com 4800G – Link Aggregation

  1. Evaldo Ferreira 25 de abril de 2012 / 19:17

    Boa tarde Diego, parabéns pela iniciativa. Tirei várias dúvidas com este post.

    Obrigado e continue postando.

    Abraço

  2. Johnatan 13 de março de 2014 / 20:20

    Muito legal ! Fiquei com uma duvida, e se eu for configurar um storage por exemplo que tem a função de link aggregation, eu preciso configurar minha interface como trunk ou posso usar access ?

  3. Renan Cariello 8 de outubro de 2014 / 23:26

    Muito bom, mas gostaria de saber como eu habilito 4 gbics com link agregation em trunk (4gb), pois aparentemente só funciona com 2 portas.

  4. Luciano 19 de maio de 2015 / 14:32

    Pessoal, bom dia… fiz o bond com o mode 4 que é o link aggregation num RHEL6.3… como posso ter certeza que as velocidades foram mesmo agregadas? Preciso fazer algo no switch onde está esse server?

    obg
    Luciano

    • Diego Dias 29 de maio de 2015 / 18:51

      Luciano, após configurar o Switch veja no display link-aggregation verbose se as interfaces estão como Selected.

  5. REINALDO FACIOLLA 1 de novembro de 2017 / 19:03

    Olá tudo bem,
    é possivel fazer o link agregation em mais 4 swtich ?
    Ex. uma topologia estrela porem todos os uplink com link agregation.
    A configuração e a mesma ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *