Introdução ao Multiple Spanning-Tree (802.1s)

O Protocolo Multiple Spanning-Tree 802.1s permite a criação de Instâncias independentes do Rapid Spanning-Tree para otimização de Links e Processamento, criando topologias únicas para cada Instância.

Por padrão, com a utilização “pura” do STP ou RSTP, todas as VLANs participam da mesma Instância, chamada de CST (Common Spanning-Tree), deixando todas as VLANs com o mesmo ponto de bloqueio na Topologia para os links Redundantes.

O MST permite o mapeamento de VLANs em Instâncias independentes para a mesma topologia, permitindo o balanceamento do tráfego pelos Links Redundantes.

 

Configurando
Para a utilização do MST devemos configurar o nome da região, o número da revisão e o mapeamento das VLANs para as Instâncias em todos os Switches.

[Switch] stp enable
! Habilitando o STP se estiver desabilitado
[Switch] stp mode mstp
! Configurando o STP no modo MST
[Switch] stp region-configuration
! Acessando a configuração do MST
[Switch-mst-region] region-name comutadores
! Configurando o nome da região como comutadores
[Switch-mst-region] revision-level 1
!Configurando a revisão como 1
[Switch-mst-region] instance 1 vlan 2 3
! Configurando as Vlans 2 e 3 para a Instância 1
[Switch-mst-region] instance 2 vlan 4 5
! Configurando as Vlans 4 e 5 para a Instância 2 
[Switch-mst-region] active region-configuration
!Ativando a configuração do MST
[Switch-mst-region] quit

Para a configuração de qual switch será o Root de sua Instância, configure em cada Switch Root o comando abaixo:

  • Switch Root da Instancia 1
stp instance 1 priority 4096
!Configurando a prioridade da Instância 1 para 4096
  • Switch Root da Instancia 2
stp instance 2 priority 4096
!Configurando a prioridade da Instância 2 para 4096

Obs: O protocolo 802.1s possui compatibilidade com as versões 802.1w e802.1 d mas sugerimos a implantação do MST em redes que TODOS os Switches possuam suporte ao protocolo.

Abraços a todos!

3 thoughts on “Introdução ao Multiple Spanning-Tree (802.1s)

  1. jeff 4 de junho de 2014 / 17:54

    ola…
    to com uma situacao similar a exemplificada… mas não consigo por pra funcionar…

    to testando em 2 hp’s v1910-48g… aí eu fiz um link aggregation em duas portas de cada um, pra simular redundancia de links gigabit, com path 4…e uma terceira porta simulando um link de radio com path 19… estou fazendo tudo via interface grafica.. até tentei fazer igual a esse exemplo aqui: http://forums.sonos.com/showthread.php?t=29677
    mas tb não deu…

    pode me dar alguma ideia?

    • Diego Dias 5 de junho de 2014 / 9:02

      Jeff, varias coisas podem indicar problemas no seu cenário:

      – Primeiro, o link aggregation está com alguma porta selecionada ? As interface estão UP e em full-duplex ?
      – Segundo, há algum erro de Spanning-Tree? Você consegue enxergar o quem é o root da topologia?
      – Terceiro, as VLANs foram estendidas entre os Switches e no trunk corretamente?

      Faça esse troubleshooting que te ajudará a resolver o seu problema de conectividade. 🙂

      Abração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *