802.3bt – Power Over Ethernet

O crescimento do mercado de dispositivos IoT e as mais recentes tecnologias de rede sem fio como Wifi 5 Wifi 6 (802.11ax) tem demandando uma atenção especial à escolha dos Switches com capacidade Power over Ethernet, tecnologia que combina envio de dados e energia elétrica sobre um único cabo Ethernet.

Ao eliminar a necessidade para cabos separados de dados e energia, o PoE fornece vantagens da simplicidade e economia de custos, além de adicionar novos recursos de controle de dispositivo inteligente.

Impulsionado pela necessidade dos novos dispositivos “Internet das coisas”, a tecnologia PoE evoluiu com o introdução do padrão IEEE 802.3bt. Esse novo padrão permite que Switches e dispositivos energizados operem acima de 30 Watts por porta, suportando agora de 60 até 90 Watts de PoE.

Padrões para Power Over Ethernet

Em 2003, o IEEE publicou o padrão 802.3af, que descreveu as características do Power over Ethernet (PoE) em até 15,4 W de energia, executando 10BASE-T e 100BASE-T. A energia é fornecida em dois dos quatro pares trançados nos cabos Cat 3 ou acima.

Em 2009, o IEEE introduziu o 802.3at, também conhecido como padrão PoE+. Esta atualização permitiu a entrega de até 30 W em 1000BASE-T suportado em CAT 5 ou 6. Enquanto o PoE + alterna suporte a dispositivos que requerem maior potência, o padrão também pode detectar dispositivos que exigem 13 watts ou menos para fornecer o nível de energia necessário.

Em 2013, o IEEE anunciou o grupo de estudo para a criação de 802.3bt, que definiu o PoE em quatro pares e inclui suporte para 10GBASE-T, 5GBASE-T e 2.5GBASE-T em CAT5e ou superior. Essa nova tecnologia usa todos os 4 pares em um cabo Ethernet para fornecer energia e dados no mesmo meio. O padrão IEEE 802.3bt foi finalizado em setembro de 2018 e define dois tipos de PoE:

• Tipo 3 que suporta até 60 Watts
• Tipo 4 que suporta até 90 Watts

Embora novos recursos tenham sido adicionados, a ideia é que o padrão funcione com dispositivos legados Tipo 1 e Tipo 2. Desde que o PSE seja capaz (em termos de potência) de suportar o PD e ambos sejam compatíveis com o padrão.

Dentre os novos dispositivos alimentados pelo padrão podemos destacar:

  • Edifícios inteligentes com IoT corporativa (iluminação LED conectada);
  • Cidades seguras (câmeras PTZ);
  • Quiosques;
  • Terminais de ponto de venda (POS)
  • Thin clientes
  • Access Points
  • Etc;

Referências

https://www.arubanetworks.com/assets/tg/TB_High-Power-PoE.pdf

https://en.wikipedia.org/wiki/Power_over_Ethernet

Vídeo: Como escolher um Switch PoE?

O crescimento do mercado de dispositivos IoT e as mais recentes tecnologias de rede sem fio como Wifi 6 (802.11ax) tem demandando uma atenção especial à escolha dos Switches com capacidade Power over Ethernet, tecnologia que combina envio de dados e energia elétrica sobre um único cabo Ethernet.

Ao eliminar a necessidade para cabos separados de dados e energia, o PoE fornece vantagens da simplicidade e economia de custos, além de adicionar novos recursos de controle de dispositivo inteligente. Nesse vídeo explicamos a diferença entre os padrões e damos dicas na hora de escolher qual switch PoE atenderá as suas demandas .

Até logo!

Dica: Switches HP 7500 administração dos módulos OAP

Segue uma dica muito bacana do Kleber Coelho….

“Os roteadores da família HP-7500 possuem a capacidade de integração com módulos de IPS, Firewall, controladoras wireless, entre outros. Normalmente esses módulos vem com um IP default e possuem portas de console para a configuração inicial.

Uma outra forma de configurar esses dispositivos é através do recurso OAA – Open Application Architecture. Essa arquitetura permite controlar a partir do chassis do switch/router, os módulos de aplicação.

Pode-se conectar ao módulo, como se estivesse em uma sessão SSH ou console.

O comando é muito simples:

<Switch>oap connect slot 2

Press CTRL+K to quit.
Connected to OAP!
<Controladora Wireless>

Para sair da sessão é preciso utilizar a combinação Ctrl+K.

É possível, também, reiniciar o módulo.

<Switch>oap reboot slot 11
This command will recover the OAP from shutdown or other failed state.
Warning: This command may lose the data on the hard disk if the OAP is not being shut down! Continue? [Y/N]:y
Reboot OAP by command.
<Switch>

Controladora HP A-WX5002 – Configurando Autenticação do Portal via RADIUS

O Script abaixo foi encaminhado pelo Luiz Santos para autenticação do Web Portal via RADIUS. Após habilitarmos o Web Portal, poderemos utilizar as linhas abaixo:

#
radius scheme Comutadores
!Criando o esquema RADIUS com o nome Comutadores 
primary authentication 192.168.2.1 
! IP do Servidor RADIUS primário para autenticação
key authentication rad1us
! Chave rad1us para autenticação do RADIUS com o suplicante (controladora WX5002)
 user-name-format without-domain 
! Encaminhamento do usuário sem o formato @dominio
#
 domain default enable comutadores.com.br
! Configurando o domínio comutadores.com.br como padrão
#
domain comutadores.com.br
!Criando o domínio comutadores.com.br
 authentication portal radius-scheme wx5002 
! Esquema Comutadores para autenticação do portal
 authorization portal radius-scheme wx5002 
 accounting portal radius-scheme wx5002 
 access-limit disable 
 state active 
 idle-cut disable 
 self-service-url disable 
 accounting optional 

Até a próxima! 🙂