Switches ArubaOS – Protocolo LLDP

O protocolo LLDP(802.1AB) permite que dispositivos de rede como Servidores, Switches e Roteadores, descubram uns aos outros. O LLDP opera na camada de enlace do modelo OSI (camada 2) permitindo que informações básicas como hostname, versão do Sistema Operacional , endereço da interface, entre outros, sejam aprendidas dinamicamente por equipamentos diretamente conectados.

Com o LLDP podemos fazer o mapeamento de quais equipamentos conectam entre si e em quais portas, como também o aprendizado dinâmico para configurações de voice vlan, etc.

O mais bacana do Link Layer Discovery Protocol (LLDP) é a integração entre equipamentos de diversos fabricantes;

Para habilitar o LLDP em Switches ArubaOS digite:

Switch(config)# lldp run

Para desabilitar utilize o comando “no”:

Switch(config)# no lldp run

Para visualizar os dispositivos detectados digite show lldp info remote-service:

Switch# show lldp info remote-device

 LLDP Remote Devices Information

  LocalPort | ChassisId                 PortId PortDescr SysName
  --------- + ------------------------- ------ --------- ----------------------
   23       | SW_LAB_DIEGO.internal... Fas...
   23       | 0c 27 24 0b 82 aa         Fa0/47 FastEt... SW_LAB_DIEGO.inter...
   24       | SW_LAB_ DIEGO.internal... Fas...
   24       | 0c 27 24 0b 82 aa         Fa0/48 FastEt... SW_LAB_DIEGO.inter...

Para visualizar as informações locais:

Switch(config)# show lldp info local-device
 LLDP Local Device Information
  Chassis Type : mac-address
  Chassis Id   : a0 1d 48 37 a2 e7
  System Name  : Switch
  System Description : HP J9773A 2530-24G-PoEP Switch, revision YA.16.10.00...
  System Capabilities Supported: bridge
  System Capabilities Enabled: bridge
  Management Address  :
     Type: ipv4
     Address: 192.168.100.8

Até logo!

Switches ArubaOS-CX: Portas em admin-edge / portfast

O protocolo Spanning-Tree utiliza um algoritmo para detecção de caminhos alternativos colocando as interfaces redundantes em modo temporário de bloqueio, eliminando o loop lógico.

Um switch da rede local com o Spanning-Tree habilitado e conectado a outros switches que utilizam o protocolo, trocam informações STP por mensagens chamadas de BPDUs (Bridge Protocol Data Units). Os BPDU’s são os responsáveis pelo correto funcionamento do algoritmo do Spanning-Tree e são encaminhados a cada 2 segundos para todas as portas.

O objetivo do STP é eliminar loops na rede com a negociação de caminhos livres através do switch root (raiz). Dessa forma é garantido que haverá apenas um caminho para qualquer destino, com o bloqueio dos caminhos redundantes. Se houver falha no enlace principal, o caminho em estado de bloqueio torna-se o principal.

O algoritmo do Spanning-Tree (chamado STA) deve encontrar um ponto de referência na rede (root) e determinar os caminhos disponíveis, além de detectar os enlaces redundantes e bloqueá-los.

Com o objetivo de detectar loop na rede,  o spanning-tree necessita que o processo de detecção de BPDUs ocorra em todas as portas do Switch, inclusive em portas destinadas aos computadores, servidores, impressoras etc.


Em razão disso as portas do Switch conectadas aos dispositivos finais precisam de uma configuração manual para rápida transição do modo de discarding para o forwarding e assim iniciar imediatamente, visto que não há previsão para conectividade entre Switches naquela porta e espera todo o processo do spanning-tree que poderá deixar a porta em espera por alguns segundos.
Portas Edges enviam BPDU, mas não devem receber (não devem ser conectadas à switches). Se uma porta Edge receber BPDU, o Portfast é “desabilitado” e a porta faz o processo normal do STP.

Durante qualquer alteração da topologia do Spanning-tree a porta Edge não participará do Spanning-Tree, mas gerará BPDU’s por segurança.

A recomendação, uma vez utilizando o spanning-tree em Switches Aruba CX é habilitar o admin-edge em todas as portas de hosts.

Configurando uma interface como admin-edge:

interface 1/1/n
spanning-tree port-type admin-edge 
spanning-tree tcn-guard
exit

O comando tcn-guard desabilita a propagação de notificações de alteração de topologia (TCNs) para outras portas STP. Use isso quando você não quiser que as alterações de topologia sejam percebidas pelos dispositivos STP vizinhos.

Referências:

https://techhub.hpe.com/eginfolib/Aruba/OS-CX_10.04/5200-6704/index.html#GUID-CDF72645-BB14-41DE-B0B6-4404A42E46FD.html

http://www.comutadores.com.br/rapid-spanning-tree-802-1w/

https://community.arubanetworks.com/community-home/digestviewer/viewthread?MID=32043

Switches ArubaOS-CX: IP source-interface

O commando ip source-interface define o endereço IP de origem para nas mensagens enviadas do Switches para servidores externos, como por exemplo SYSLOG, sFlow, RADIUS, TACACS, entre outros. Isso garante que todo o tráfego enviado ao recurso tenha o mesmo endereço IP de origem, independentemente de como ele sai do switch.

ip source-interface {sflow | tftp | radius | tacacs | ntp | syslog | ubt | dhcp-relay | simplivity | dns | all} {interface <IFNAME> | <IPV4-ADDR>} [vrf <VRF-NAME>]

switch(config)# ip source-interface ?
  all         All protocols
  central     Aruba Central protocol
  dhcp_relay  DHCP_RELAY protocol
  dns         DNS protocol
  ntp         NTP protocol
  radius      RADIUS protocol
  sflow       sFlow protocol
  syslog      syslog protocol
  tacacs      TACACS protocol
  tftp        TFTP protocol

switch(config)# ip source-interface all ?
  A.B.C.D    Specify an IPv4 address
  interface  Interface information

switch(config)# ip source-interface all 192.168.2.1

Até logo!

Vídeo: Switches ArubaOS-CX – Configurando Roteamento entre VLAN no EVE-NG

Nesse vídeo, montamos um laboratório no EVE-NG com Switches ArubaOS-CX demonstrando a configuração do roteamento entre VLANs.

VLAN DESIGN – COMO PLANEJAR MELHOR A SEGMENTAÇÃO DE REDES

Nesse vídeo listamos alguns pontos para um melhor planejamento na segmentação de redes com a utilização de VLANs.

Switches ArubaOS – Espelhamento de porta / port-mirroring / SPAN

O espelhamento de porta (SPAN – Switch Port Analyzer) é uma técnica que permite que o Switch efetue a cópia dos pacotes de uma porta para uma outra porta do Switch.

Essa técnica é bastante utilizada quando precisamos analisar o comportamento da rede como por exemplo, identificação da comunicação de uma aplicação, troubleshooting, direcionar o tráfego inúmeras atividades de segurança como IDS etc.

Configurando o espelhamento de porta

Crie um “mirror” e adicione a interface a ser usada como porta para captura de pacotes. Neste caso a porta 9 será usada para receber os pacotes duplicados.

mirror 1 port 9
! Criando o Grupo 1 para o Espelhamento, vinculando a porta 9 para recebimento do tráfego capturado

Selecione a interface  que terá o tráfego duplicado e vincule ao processo do mirror. O tráfego dessas portas será copiado para a porta mirror para captura. Neste exemplo, a interface ou porta Ethernet 1 duplicará seu tráfego para o “mirror 1”.


interface 2
monitor all both mirror 1
! Configurando a Porta de origem (2) que terá seu tráfego copiado no sentido inbound (entrada) e outbound (saída); comando both para o mirror 1

Conecte um notebook à interface 9 no switch e use o wireshark, TCPDUMP ou o cliente PCAP de sua escolha para analisar o tráfego.

Switches ArubaOS – Informações dos transceivers

Para exibir informações detalhadas de diagnóstico do transceptor de interface, digite o comando show interfaces transceiver [número da porta]:

switch(config)# show interfaces transceiver 21
Transceiver Technical information:
Port Type Product Serial Part
Number Number Number
21 1000SX J4858C xxxxxx 1990-3657

Para mais informações utilize “detail”:

switch(config)# show interfaces transceiver 21 detail
Transceiver in 21
Interface index : 21
Type : 1000SX
Model : J4858C
Connector type : LC
Wavelength : 850nm
Transfer distance : 300m (50um), 150m (62.5um),
Diagnostic support : DOM
Serial number : -------
Status Temperature : 50.111C 
Voltage : 3.1234V 
TX Bias : 6mA TX 
Power : 0.2650mW, -5.768dBm 
RX Power : 0.3892mW, -4.098dBm 

Para visualizar todas as interfaces digite: show interfaces transceiver all ou show tech transceivers